PORQUE SOMOS TODOS UM CAMINHO PARA O CÉU.

Labels

11/28/08

?






Thank you, Pierik!

11/27/08

NATURE #1

Starting today, I'll be posting some of my music compositions (the video is only an ilustration, because you can't post audio in blogspot). I hope you enjoy, and feel free to comment.





video

11/26/08

E-mail


Porque é que as pessoas em Espanha são Espanhóis e na Rússia não são Rissóis?


Porque é que na Suécia as pessoas são Suecos e em Marrocos não são Marrecos?




Porque é que em Marrocos as pessoas são Marroquinos e na Suíça não são Suínos?



Porque é que na Polónia as pessoas são Polacas e na Estónia não são Estacas?



Porque é que se diz Discoteca em vez de Discotoca se o disco toca e não teca?



Porque é que é Espingarda em vez de Espungarda pois faz pum e não pim?




Porque é que os que andam no mar são Marujos e os do ar não são Araújos?




Porque é que as batatas grelam e os grelos não batatam?





Porque é que estás a ler esta porcaria?


Não tens nada que fazer??????




Sim... diz lá porquê!!!???!!!


A big kiss to ana Patricio. I love her!

LONG LIVE THE QUEEN, AND MAY SHE EAT MANY GOOD CAKES!

http://cakewrecks.blogspot.com/

WHY CAN'T ONE NOT LIKE THIS SONG?


I really mean that if you don't like it, you should go visit your future psychologist, or get baptised.

11/20/08

AVATAR

Nao corro para chegar cedo,
nem páro para escutar o vento,
apenas guardo o proximo pensamento,
a proxima absolviçao,
o proximo mandar.

As portas em que nao entramos
e os quartos que permanecem cerrados,
farao parte da nossa casa?
Deverá o nosso olhar
demorar-se neles
mais que o tempo necessário
para que morram num pestanejar?

Nesse instante
em que o querer
se multiplica
confirmamos que nao se esquece
o que nunca se conheceu.

E aqui tao só,
perdido e quieto,
fujo da perturbaçao,
como da chuva,
que apenas vem regar o mundo
e fazer musica no meu chapeu.

É a morte
que se esquece de mim.

This photo is not mine, and I will keep it anonimous. But I would like to write a few words about life:

Mil vezes passou
este rio,
e mil vezes
volta a passar

Anónimo
rouba os silêncios,
de quem nele
se quer olhar.

Today I'm 32 years old



These are the ones my mother likes to keep in her wallet.

11/19/08

JUST DO IT!

When you don't know if the world is a jungle or if you live in a cage...



...share, and don't stop enjoing to be in peace with yourself.

Dreaming might be subversive

... and no aspirine will save you!
In many ways, thinking is like creating a perfume: it's meant to smell good.

So, what's death after all?

Vitamina C


O nosso amor devia ser como um comprimido de Cêgripe.
/
Our love should be like an antibiotic.

NEWS


Há dias em que nos apetece ver outro tipo de noticias, diferentes das que aparecem nos jornais. Para isso, entre outros sitios na Web, existe o Kox.

E se quiserem saber o que se vai passando no maior país do mundo, visitem www.englishrussia.com.

11/18/08

TAKE IT EASY



Estocolmo, Suécia.

Um pequeno texto que encontrei algures e que suponho que seja verídico...

"Olá,

Já vai para 15 anos que estou aqui na Volvo, uma empresa sueca. Trabalhar com eles é uma convivência, no mínimo, interessante. Aqui, qualquer projecto demora 2 anos a concretizar-se, mesmo que a idéia seja brilhante e simples. É regra. Então, nos processos globais, nós (portugueses, brasileiros, americanos, australianos, asiáticos, etc) ficamos aflitos para obter resultados imediatos, numa ansiedade generalizada. Porém, o nosso sentido de urgência não surte qualquer efeito neste país. Os suecos discutem, discutem, fazem "n" reuniões e ponderações. E trabalham num esquema bem mais "slow down". O pior é constatar que, no fim, acaba por dar tudo certo no tempo deles, com a maturidade da tecnologia e da necessidade; aqui, muito pouco se perde.
É assim:
1. O país é cerca de 3 vezes maior que Portugal;
2. O país tem 2 milhões de habitantes;
3. A sua maior cidade, Estocolmo, tem 500.000 habitantes (Lisboa,tem 1 milhão);
4. Empresas de capital sueco: Volvo, Scania, Ericsson, Electrolux, ABB, Nokia,...
5. Para ter uma ideia, a Volvo fabrica os motores propulsores para os foguetes da NASA.

Digo a todos estes nossos grupos globais de trabalhadores: os suecos podem estar errados, mas são eles que pagam nossos salários. Entretanto, vale salientar que não conheço um povo, como povo mesmo, que tenha mais cultura coletiva do que eles.

Vou contar-vos uma breve história, só para vos dar uma noção... A primeira vez que fui para lá, em 1990, um dos colegas suecos apanhava-me no hotel todas as manhãs. Era Setembro, frio, e a neve estava presente. Chegávamos bem cedo à Volvo e ele estacionava o carro longe da porta de entrada (são 2.000 funcionários de carro). No primeiro dia não disse nada, no segundo, no terceiro... Depois, com um pouco mais de intimidade, uma manhã perguntei-lhe:
- Você tem lugar marcado para estacionar aqui? Chegamos sempre cedo, o estacionamento está vazio e você deixa o carro à ponta do parque.
Ele respondeu-me, simples, assim:
- É que, como chegamos cedo, temos tempo de andar. Quem chegar mais tarde já vem atrasado, precisa mais de ficar perto da porta. Você não acha?
Nesse dia, percebi a filosofia sueca de cidadania! Serviu também para rever os meus conceitos. SLOW vs FAST. Há um grande movimento na Europa hoje, chamado SLOW FOOD. A Slow Food International Association - cujo símbolo é um caracol, tem a sua sede em Itália (o site, é muito interessante. Veja-o).
O que o movimento SLOW FOOD prega, é que as pessoas devem comer e beber devagar, saboreando os alimentos, "curtindo" a sua confecção, no convívio com a família, com os amigos, sem pressas e com qualidade. A idéia é a de se contrapor ao espírito do FAST FOOD e tudo o que ele representa como estilo de vida, em que o americano "endeusificou". A surpresa, porém, é que esse movimento SLOW FOOD serve de base a um movimento mais amplo chamado SLOW EUROPE, como salientou a revista Business Week na sua última edição europeia. A base de tudo, está no questionar da "pressa" e da "loucura" gerada pela globalização, pelo apelo à "quantidade do ter" em contraponto à qualidade de vida ou à "qualidade do ser". Segundo a Business Week, os trabalhadores franceses, embora trabalhem menos horas, (35 h / semana) são mais produtivos que os seus colegas americanos ou ingleses. E os alemães, que em muitas empresas instituíram a semana de 28,8 horas de trabalho, viram a sua produtividade crescer nada menos que 20%. Esta chamada "slow atitude" está a chamar a atenção, até dos americanos, apologistas do "Fast" (rápido) e do "Do it now" (faça já). Portanto, esta "atitude sem-pressa" não significa, nem fazer menos, nem menor produtividade.

Significa, sim, fazer as coisas e trabalhar com mais "qualidade" e "produtividade" com maior perfeição, atenção aos pormenores e com menos "stress". Significa retomar os valores da família, dos amigos, do tempo livre, do lazer, das pequenas comunidades, do "local", presente e real, em contraste com o "global" - indefinido e anónimo. Significa a retoma dos valores essenciais do ser humano, dos pequenos prazeres do quotidiano, da simplicidade de viver e conviver e até da religião e da fé. Significa um ambiente de trabalho menos coercivo, mais alegre, mais "leve" e, portanto, mais produtivo onde os seres humanos, felizes, fazem com prazer, o que sabem fazer de melhor.
Gostaria que vocês pensassem um pouco sobre isto. Será que os velhos ditados "Devagar se vai ao longe" ou "A pressa é inimiga da perfeição" já não merecem a nossa atenção, nestes tempos de loucura desenfreada? Será que as nossas empresas não deveriam também pensar em programas sérios de "qualidade sem-pressa", até para aumentar a produtividade e qualidade dos nossos produtos e serviços, sem a necessária perda da "qualidade do ser"?
No filme "Perfume de Mulher", há uma cena inesquecível. Um personagem cego, interpretado por Al Pacino, convida uma moça para dançar e ela responde-lhe: - Não posso, porque o meu noivo deve chegar dentro de poucos minutos. - Mas, num momento, se vive uma vida. (responde ele, conduzindo-a num passo de tango). E esta pequena cena é, para mim, o momento mais marcante do filme. Algumas pessoas correm atrás do tempo, mas parece que só o alcançam quando morrem enfartados, ou algo assim. Para outros, o tempo demora a passar; ficam ansiosos com o futuro e esquecem-se de viver o presente, que é o único tempo que existe.
TEMPO, toda a gente tem, por igual. Ninguém tem mais, nem menos, que 24 horas por dia. A diferença é O que cada um faz do seu tempo. Precisamos de saber aproveitar cada momento, porque, como disse John Lennon, "A vida, é aquilo que acontece enquanto fazemos planos para o futuro".

11/17/08

MENINO TELEPATICO

GENESIS

Familia Almeida Costa


And another big kiss to the Almeida Costa family. I love them!

Joana e Tiago


A big kiss to my cousin Joana. I love her!

Lazer


Belgium is cool!



I wish I could have played football with the prince of Belgium, but i guess he was jogging with the princess. It sucks not having royal blood.

Marcel Dzama


O Marcel Dzama é um artista que admiro bastante. Podem apreciar o trabalho dele aqui.

Sem titulo


Quer a economia esteja em recessao ou nao, o importante é aprimorar o sentido de humor.

Man at work

Deus, porque nao me deste uma familia assim?

Olha por onde vais!


Para quem desconhece, podem apreciar ou despreciar o trabalho da Francesca Woodman aqui e aqui.

ESTRELA


Estrela linda lá do céu,
O teu brilho faz-me pensar
Que talvez nao seja um sonho
O que de mais lindo teimo em sonhar.

Estrella linda en el cielo,
Tu brillo me hace pensar
Que tal vez no sea un sueño
Lo más lindo que insisto en soñar.

PROFESSOR ALMEIDA

Apesar do aspecto duvidoso, um destes dias ainda terei uma barraquinha nas Ramblas.

WESTERN

Todo o corpo humano se comportará como ele proprio, olhando o infinito em 360 graus cúbicos. Nada trará melhores resultados a longo e curto prazo que a completa instintivaçao dos processos de homogeneização das realidades biológica e metafísica.
Em consequência urge encarar-se como determinante a consciência da omniunidade.

-"Era o seu beijo o universo!"

E sempre...